quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Um Terrorista Chamado: Nelson Mandela

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

Nelson Mandela

(Vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1993)

    Mandela e o Comunismo
    "In his own handwritten manuscript How To Be A Good Communist, Mandela wrote:"
    Under a Communist government, South Africa will become a land of milk and honey.
     "Em um manuscrito escrito de próprio punho 'Como Ser Um Bom Comunista', Mandela escreveu:"
    Sob Um Governo Comunista, a África do Sul se tornará a terra do leite e do mel.'"

      Read more: http://www.mediaresearch.org/mediawatch/1990/watch19900701.asp

      Mandela e o Terrorismo
      Cartaz distribuído pela Federação de Estudantes Conservadores (a organização estudantil oficial do Partido Conservador) na Grã-Bretanha durante o início dos anos 1980, ilustrando claramente que as pessoas no exterior estavam mais conscientes da natureza do mal de Mandela e seus colegas terroristas da ANC do que a maioria das pessoas na África do Sul estavam. O Cartaz diz:
      Enforquem (como punição legal) Nelson Mandela e todos os terroristas do ANC/CNA (Congresso Nacional Africano): eles são açougueiros!
      "Committment to the fight for peace and human rights in the world." (Nelson Mandela)

      Compromisso com a luta pela paz e pelos direitos humanos no mundo. (Nelson Mandela) - elogiando o ditador Gaddafi

      Mandela e Gaddafi

      "Mandela ordered the famous Church Street bombing, which went off at rush hour to maximize casualties of Afrikaner women, children and babies."
      Mandela ordenou o famoso bombardeio da Church Street, e foi na hora do rush para maximizar as baixas de mulheres, crianças e bebês Africâner (brancos da África do Sul).
        "During this time I was also asked to speak on Radio Donkerhoek, the last "free" radio station in all of South Africa. This station was run by Commander Willem Ratte, one of the Special Forces leaders of the SADF's war in Angola against the Soviets(...) Ratte is a national hero who was imprisoned by the ANC on false charges. He is the one man the ANC truly fears. After I spoke on Radio Donkerhoek with Ratte -- about the ANC and globalist agenda -- two days later, Nelson Mandela sent in the army, complete with helicopters, to shut down the radio station. Such is the ANC's fear of the truth."
        Durante este tempo também me pediram para falar na Rádio Donkerhoerk, a ultima estação de rádio "livre" de toda a África do Sul. Esta estação era mantida pelo Comandante Willem Ratte, um dos lideres das forças especiais da SADF(Forças de Defesa da África do Sul) que lutavam em Angola contra os soviéticos. Ratte é um herói nacional preso pela ANC (organização terrorista de orientação marxista chamada Congresso Nacional Africano) por falsas acusações. Ele é um homem que a ANC realmente teme. Depois que falei na Rádio Donkerhoek com Ratte -- sobre a agenda globalista da ANC -- dois dias epois, Nelson Mandela enviou um exército, com helicópteros e tudo, para "desligar"  a estação de rádio. Tal é o medo que a ANC tem da verdade

          Read more: Behind 'The Third Boer War' http://www.wnd.com/news/article.asp?ARTICLE_ID=22477#ixzz1U3rSECA4

          Idi Amin Dada
          Nelson Mandela foi amigável com o ditador Africano - canibal assumido - Idi Amin Dada de Uganda. Depois de sequestrar um avião de carga com judeus e outras vitimas em 1976, um grupo de terroristas muçulmanos do PLO-Fatah teve autorização de Amin para trazer seus reféns para o aeroporto de Uganda em Entebbe (antiga capital de Uganda).
           
          "A recently discovered document shows that Nelson Mandela was a member of the South African Communist Party (SACP) in the early 1960s, when he became the first commander of the guerrilla organisation Umkhonto we Sizwe (Spear of the Nation)."
          Descobertas recentes mostram que Nelson Mandera era um membro do Partido Comunista da África do Sul (SACP) no inicio dos anos 60, quando ele se tornou o primeiro comandante da organização guerrilheira Umkhonto we Sizwe (Lança da Nação). [Unkhonto we Sizwe é o braço armado do ANC (Congresso Nacional Africano)]
          Read more: Mandela, communism, and South Africa http://www.opendemocracy.net/stephen-ellis/mandela-communism-and-south-africa

          Mandela na Prisão
          In his book "The Struggle is My Life", a collection of his writings, we read in a piece dated 1958:
          ...the people of Asia and Africa have seen through the slanderous campaign conducted by the U.S.A. against the Socialist countries. They know that their independence is threatened not by any of the countries in the Socialist camp but by the U.S.A., who has surrounded their continent with military bases. The Communist bogey is an American stunt to distract the attention of the people of Africa from the real issue facing them, namely, American imperialism. (pp 76)

            Mandela Boxer
          Em seu livro "A Luta da Minha Vida" (1989), uma coleção de escritos, nós lemos uma peça datada de 1958: ...as pessoas da Ásia e da África viram através da campanha caluniosa conduzida pelos E.U.A. contra os países Socialistas. Eles sabem que sua independência está ameaçada, não por qualquer um dos países Socialistas, mas pelos E.U.A., que cercou seu continente com bases militares. Demonizar  o comunismo [tradução adaptada] é um truque americano para distrair a atenção das pessoas da África do real problema que enfrentam, chamado, imperialismo americano. (pp 76)
           Read more: http://www.rhodesia.nl/goodcom.html
           
          "Communists have always played an active role in the fight by colonial countries for their freedom, because the short-term objects of Communism would always correspond with the long-term objects of freedom movements." (Nelson Mandela)
          Comunistas sempre tiveram um papel ativo na luta em prol da liberdade das colônias, porque em os objetivos de curto prazo do Comunismo sempre correspondem aos objetivos de longo prazo dos movimentos libertários. (Nelson Mandela)
            "Cuban internationalists have done so much for African independence, freedom, and justice."
            Os internacionalistas cubanos fizeram muito pela independência, liberdade e justiça africanas.
              Mandela e Fidel

              O economista Walter Williams fala sobre a África do Sul governada à época por Mandela:

              A moeda da África do Sul, o rand (moeda local), se desvalorizou 70 por cento desde que o Congresso Nacional Africano [de linha marxista] começou a governar em 1994. Um número elevado de pessoas (principalmente a mão de obra especializada) está abandonando a África do Sul.
              Walter Williams
              Walter Williams, professor de economia na Universidade George Mason em Fairfax, Va, EUA

              2 comentários:

              Ei, tudo bem?

              Recebi teus comentários, obrigado pelas palavras. Já seguindo teu blog, parabéns!

              Abração
              CT

              Grato pela visita e pelas palavras amistosas.
              Abraço

              O Macartista

              Postar um comentário

              Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

              Siga O Macartista: